55 (11) 3024 2130
Notícias

Nutricionista explica como evitar a contaminação dos alimentos

Dicas higienização alimentos

 

Uma dúvida recorrente é se o novo coronavírus pode ser transmitido por meio dos alimentos. A resposta é: não há nenhuma evidência a esse respeito. A Autoridade Europeia de Segurança dos Alimentos (European Food Safety Authority – EFSA) avaliou esse risco em outras epidemias causadas por vírus da mesma família e concluiu que não houve transmissão por alimentos. 

Viviani Fontana, Vice-presidente do CRN-3 e Nutricionista com especialização em Vigilância Sanitária e Controle de Qualidade em Alimentos, explica que, mediante a adoção das boas práticas de manipulação, é possível minimizar o risco de contaminação para consumirmos um alimento seguro. 

Viviani ressalta que as boas práticas são procedimentos que devem ser adotados para impedir a contaminação, sobrevivência e multiplicação e de micro-organismos. Procedimentos como higienização (limpeza e desinfecção), cocção suficiente e em temperatura adequada e a manutenção dos alimentos em temperaturas de conservação (frio ou calor) são parte destas boas práticas.

No caso dos legumes, verduras e frutas que serão consumidos crus, é fundamental a higienização destes (limpeza e desinfecção) com produtos específicos para esta finalidade, que possuam registro na Anvisa e/ou Ministério da Saúde e indicação para uso em alimentos.

A utilização de produtos à base de hipoclorito de sódio para o preparo da solução desinfetante, na concentração adequada, permite a eliminação de vírus e bactérias que podem causar doenças. 

“É importante seguir rigorosamente as orientações do fabricante contida nos rótulos. Fique atento às quantidades para a diluição da solução e também ao tempo determinado de exposição dos alimentos ao produto. A diluição e o tempo de imersão dos alimentos devem ser respeitados para que não haja resíduos nos alimentos”, informa a Nutricionista.

Passo a Passo

A higienização correta deve contemplar as seguintes etapas: 

- Seleção para retirada de partes e unidades deterioradas, com sujidades e/ou pragas.

-Lavagem cuidadosa em água corrente, um a um, folha a folha.

-Desinfecção realizada conforme a recomendação do fabricante do produto saneante utilizado: os alimentos devem permanecer imersos nessa solução por no mínimo 15 minutos (ver legislações que tratam deste item abaixo).

-Enxágue em água corrente e projeta.

Cozimento adequado

Viviani ressalta que a cocção dos alimentos em temperaturas acima de 70ºC também possibilita a eliminação da maior parte dos micro-organismos patogênicos, ou seja, aqueles que causam danos à saúde. 

Outro cuidado importante para evitar a contaminação é o monitoramento da saúde das equipes de cozinha. “Não podemos ter pessoas doentes manipulando alimentos. Nos restaurantes, isto já é pratica porque é exigido pela Vigilância Sanitária. Mas é importante conscientizar a população de que em casa uma pessoa doente pode contaminar os alimentos cozinhando para a família sem os devidos cuidados” 

Viviani destaca que quanto maior a prática de higiene, menor o risco de contaminação. Os utensílios e superfícies, por exemplo, também são focos de contaminação. Por isso a higienização do ambiente e das louças é fundamental para combater a disseminação de doenças transmitidas pelos alimentos.


Outras notícias

Compliance: curiosidades, o que é, história.

O que é Compliance? Veja o artigo que descreve essa importante área da administração empresarial que a Supera Alimentação ...

Coronavírus: como higienizar as compras do mercado ou da feira


Matéria interessante e importante publicada no G1 serve de base de informação correta para todos os consumidores. Aqui na ...

Juntos venceremos essa batalha

Veja como a Supera Alimentação está cuidando de todos os seus amigos - colaboradores, clientes, parceiros e enfrentando na linha ...

Restaurante e Lanchonete Supera no Corinthians

A parceria entre Supera Alimentação e o Sport Club Corinthians Paulista começou em alta. Já completamos um ano da operação ...

Novos contratos. Novas ações. Novos caminhos.

Estamos finalizando este 2019 com muitos novos contratos e alguns deles são diferenciados, de fato. Começamos a atender uma nova área ...

O custo de não se investir na saúde dos seus colaboradores

Há muito já é debatido pelos gestores e líderes empresariais que as pessoas são o maior bem de uma empresa, que são ...